Então que todo mundo sabe que alemães possuem algumas excentricidades. Uma delas é não tomar banho todo dia.

Mas, vocês já pararam para pensar que, aos olhos deles, tomar banho todo dia é que é uma excentricidade? Eu volto para aquela discussão sobre lugar comum. Temos sempre uma tendência a julgar aquilo que é diferente para nós ou nossa cultura como se fosse excentricidade, loucura, ou mesmo, burrice.

É claro, mesmo depois desse tempo morando na Alemanha, tem certas coisas que ainda estranho, como ver gente tomando cerveja às 10h da manhã. But, oh wait! No Rio, em Salvador, povo vai a praia e toma cerveja que horas mesmo?

Ou quando um alemão sai de casa com meias e chinelos. Sério. Aber, warte mal… Estou de meias e chinelos nesse exato momento. Única diferença é que estou no aconchego do meu lar. (e vocês não precisam guardar essa informação na memória, né?)

O tatuado, o hipster, o cara com o moicano verde, com o alargador na orelha, o pobre coitado com o sapato furado, a mulher com a minisaia de oncinha ou o pedinte que está há dias sem tomar banho… Todos tem as suas excentricidades.

E, olha, quando comecei a escrever esse texto, pensava em fazer umas comparações entre aqui e lá, no Brasil. Não deu. Não dá mais.

O que, para mim, é verde turquesa, para você, é azul turquesa. Faz diferença?